terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Ingenuidade?

Segundo o dicionário, gentileza significa cortesia, elegância, graça ou favor.
Para os cariocas, a palavra lembra o poeta que, através dos versos, coloriu uma cidade cinzenta. E que com frases indagadoras tinha a gentileza de fazer-nos pensar. Mero obséquio?

A verdade é que pouco há entre o dizer e seus sinônimos, já que, muito além de uma fineza, gentil é um modo de ser.
Um favor feito em troca é interesse. Um benefício espontâneo é gentileza.
Sentada ao final de um delicioso rodízio de pizza, vi algo que, como intecionava o bardo, fez-me refletir. Ao invés de correr para casa ou sentar-se a devorar o que restava, os garçons dividiram-se em dois grupos. Um sentou, o outro serviu. Como não deve ser passar o dia servindo e ao final, inverter os papéis? Gentileza de uns, recompensa de outros.

Acredito ser esta uma ação diária dos atendentes, não voltei para conferir. Particularmente, prefiro crer que assim o é sempre. Ingenuidade?
Em uma canção, Marisa Monte defende merecermos “ler as letras e as palavras de gentileza”. Do poeta? Das pessoas?


Talvez, de quem queira, antes de escrever, ser.

7 comentários:

Luana Fuentefria disse...

Que bonito!
É isso aí: gentileza gera gentileza!

Sou plenamente a favor.

Thales Barreto disse...

Gonzaguinha também escreveu uma musica sobre o profeta... Gentileza é o que falta para sermos um pouco mais Humanos... Bj menina.

Luana Fuentefria disse...

Bah, aninhazinha. Tava pensando que teu blog "nasceu" na "mesma época" que o meu... talvez pelo mesmo motivo. E fez um bem danado... baita terapia!

[depois me explico...]

Liza Mello disse...

oba ana!!!

bem-vinda à blogosfera!!

Carolina Tavaniello disse...

ah se todos fossem ingênuos assim...

beijão!!

Tiago Medina disse...

texto meiguinho, Aninha. Inspiradora essa cena dos garçons... Já leu sobre a história do Gentileza carioca? É bem bacana.

beijão

Samir Oliveira disse...

Texto meigo mesmo, eeheheh.. Continue me encantando com a doçura dos teus textos! bjão