sábado, 10 de maio de 2008

Uma história de verdade

Histórias são para ser contadas, ouvidas, interpretadas. Algumas são escritas, outras falam através da combinação de imagens, cores ou retratos. Histórias divertem, ensinam e até fazem chorar, em especial, quando a narrativa não diz respeito a um único indivíduo. Há momentos em que as idéias contidas em um texto – construído por palavras ou figuras – podem representar uma realidade que interessa ao mundo inteiro. E quando isso acontece, a arte do contar concretiza a riqueza de uma história passada a diante.

Terminou hoje, em Porto Alegre, a exposição Anne Frank - Uma História para Hoje. Durante um mês, palavras e imagens uniram-se, na Usina do Gasômetro, para contar a vida da adolescente que, por causa da perseguição nazista, viveu 25 meses escondida em um Anexo Secreto. Assim como a família, Annelise Marie Frank era judia. O esconderijo foi a alternativa encontrada para fugir do holocausto que aterrorizava o mundo europeu. Anne dividia o pequeno espaço com o pai, Otto H. Frank, a mãe, Edith Frank, a irmã, Margot Frank e mais quatro pessoas. Após a Guerra, apenas o pai sobreviveu. Os outros, incluindo a menina, foram descobertos e deportados aos campos de concentração.

Durante o tempo em que esteve escondida, Anne descobriu uma forma de mostrar o horror da época. No diário que ganhou de aniversário, a jovem dividiu as angústias, o medo e o sofrimento vivido. Hoje, o diário de Anne Frank é um dos livros mais lidos no mundo. A história contada pela jovem oferece um outro olhar sob o regime que deixou um saldo mínimo de 30 milhões de mortes. A exposição que percorre diferentes países desde 1996 é também um alerta, uma ressalva para que todo o tipo de fanatismo seja combatido. Histórias como a de Anne devem ser lidas, ouvidas e passadas a diante.

4 comentários:

Luana Duarte Fuentefria disse...

eu, que trabalho do lado do gasômetro, nunca vejo nada dali. aposto que se trabalhasse longe teria ido ver... :P

Leandro disse...

Muito bonito esse resumo.

Adoro História ^^

Tiago Medina disse...

...coisas que a gente deve lembrar para nunca mais repetir.

Siii Gama disse...

oi, adorei seu blog! Está muito bem falado.
Te linkei la no meu blog
http://blognewspaper.blogspot.com/
passa lá ;)